Auditor de Contas Médicas: Ética e conduta profissional

Auditor de Contas Médicas: Ética e conduta profissional

Hoje falaremos sobre o perfil do auditor de contas médicas, um profissional que deve possuir conhecimento prático e ter uma visão voltada não somente para custos e receitas, mas principalmente para a qualidade da assistência prestada. Já falamos em nosso portal sobre a importância da Auditoria de Contas Médicas e como já sabemos, é um processo minucioso no qual são verificados o diagnóstico médico, os procedimentos realizados, exames e seus laudos, materiais e medicamentos gastos conforme prescrição médica nos horários corretos, taxas hospitalares diversas, relatórios da equipe multidisciplinar, entre outros.

Segundo alguns estudiosos, o auditor de contas médicas ideal deve ser constituído de: 25% de discrição, 25% de ética, 25% de equilíbrio profissional e 25% de conhecimento, totalizando 100% de bom senso, considerando que nesta área o auditor age em contato direto com o usuário. Por isso, para ser um auditor de contas médicas, é necessário que haja obediência a princípios éticos (como descreveremos abaixo), assim como a lealdade à classe e o respeito à Legislação.

Um auditor de contas médicas precisa ter conhecimentos técnicos e legislativos da organização a qual presta serviço para efetuar uma auditoria eficiente, buscando conhecer detalhes mínimos sobre as aspirações filosóficas da instituição, conhecer os contratos de atendimento aos clientes e o modelo da prestação de serviços. Deve também obedecer à hierarquia administrativa e manter comportamento sigiloso necessário a todo trabalho que analisa documentos e prepara parecer técnico, sempre com respaldo científico, honestidade e responsabilidade.

Princípios éticos e conduta do auditor de contas médicas

A auditoria é uma tarefa exige tempo, paciência, autocontrole e dedicação, para tornar o trabalho menos conflitante e mais ameno, o auditor de contas médicas precisa desenvolver constantemente algumas características. O pesquisador Walter Ney Junqueira, autor do livro “Auditoria Médica em perspectiva: presente e futuro de uma nova especialidade”, define alguns princípios éticos básicos do auditor de contas médicas em relação a execução de seus trabalhos, como listamos a seguir:

  • Independência: que assegure a imparcialidade;
  • Soberania: que garanta o domínio do julgamento profissional na elaboração de seus relatórios e pareceres;
  • Imparcialidade: pelo qual está obrigado a abster-se de intervir nos casos onde haja conflitos de interesses;
  • Objetividade: apoiando-se em fatos e evidências que permitam a percepção da realidade e/ou a veracidade dos fatos;
  • Atualização e conhecimento técnico: que permitam manter-se atualizado no cumprimento das normas e técnicas da evolução da área da saúde;
  • Cautela e zelo profissional: devendo atuar com prudência, habilidade, precaução e esmero, reduzindo ao mínimo sua margem de erro;
  • Comportamento ético: que proteja os interesses dos beneficiários e prestadores de serviços, não favorecendo a terceiros ou a si próprio, no exercício de sua função;
  • Sigilo e discrição: que o obriga a guardar confidencialidade das informações obtidas, assim como dados, demonstrações e documentos não podem ser fornecidos a terceiros, nem ser utilizados em proveito pessoal, exceto quando fruto da auditoria.

A função do auditor de contas médicas é mostrar os resultados e não punir os executantes, dentro da instituição hospitalar o auditor realiza uma atividade que vai além da simples conferência de compatibilidade entre procedimento realizado e cobrança hospitalar, por isso tem inúmeras responsabilidades. No que se refere à conduta desse profissional, João Maurício Motta, autor do livro “Auditoria: princípios e técnicas”, definiu que o auditor deve:

  • Conhecer identificar os aspectos que envolvem o ambiente no qual está inserido;
  • Conhecer os aspectos técnico-científicos da área que audita;
  • Conhecer os acordos e situações que envolvem as diversas questões de trabalho;
  • Trabalhar com honestidade, ponderação e bom senso;
  • Não fazer julgamentos prévios sem ter pleno conhecimento dos fatos;
  • Trabalhar em parceria, buscando informações;
  • Orientar os demais colegas de trabalho quanto a novas situações;
  • Discutir e aprender com isso;
  • Agir sempre dentro dos preceitos éticos de sua profissão;
  • Trabalhar tendo sempre a ética como referência. Os princípios éticos devem predominar;
  • Conhecer os aspectos legais que regem a profissão;
  • Manter comportamento ético e sigilo em relação as informações confidenciais;
  • Ter disciplina, não violando os direitos de outros;
  • Ter humildade para reconhecer erros e aprender;
  • Ser tolerante;
  • Educar continuamente sua equipe sob os aspectos referentes a melhoria da qualidade da assistência e sua efetividade;
  • Agir dentro de princípios éticos e legais e de acordo com os regulamentos das organizações onde atua;
  • Fundamentar suas opiniões com equilíbrio;
  • Não interferir ou adulterar os registros e informações dos prontuários;
  • Não aceitar vantagens oferecidas pela instituição auditada;
  • Fundamentar com conteúdo baseado em evidências seus conceitos antes de expô-los;
  • Ser claro e transparente no momento da análise das contas hospitalares.

O auditor de contas médicas só pode realizar a auditoria de maneira adequada se houver a colaboração da equipe multiprofissional envolvida, por isso todos devem implicar-se nessa atividade que também irá trazer benefícios para o desempenho positivo do seu próprio trabalho, pois o objetivo da auditoria é regularizar o sistema como um todo e não erros individuais.

É muito importante que o profissional que atue na auditoria de contas médicas faça uma especialização na área para possuir um embasamento teórico sobre as ações que devem ser realizadas. Capacitação, qualificação e reciclagem são nomes que sempre devem acompanhar um auditor de contas médicas eficiente.

Você quer adquirir informações sobre a conduta e questões éticas ligadas à profissão de auditor de contas médicas? Veja a página sobre auditoria de contas médicas e aprenda os conceitos de ética, o Código de Ética dos profissionais de saúde, legislações vigentes e muito mais!

Comentários

WORDPRESS: 1
  • comment-avatar
    Rodrigo Fernández 2 anos

    Que faculdade preciso fazer para me trona auditor oque preciso estudar já atuo na área de contas médicas sou analista

  • DISQUS: 0

    Portal Educa Saúde | Cursos EAD na área de saúde